terça-feira, 30 de maio de 2017

Amelinha, Belchior & Ednardo - Pessoal do Ceará [2002]

Pessoal do Ceará é um álbum musical de Amelinha, Belchior & Ednardo. Ele foi produzido por Robertinho de Recife – guitarrista, compositor, produtor musical e arranjador musical brasileiro.

Lançado no ano de 2002, o disco de 14 faixas contém sutis releituras e também inclui 2 músicas inéditas, "Mote Tom e Radar" de Ednardo e "Bossa em Palavrões" de Belchior. Além das composições de Belchior e Ednardo, também estão presentes composições dos parceiros: Fagner, Climério e Vicente Lopes.


Amelinha, Belchior & Ednardo - Pessoal do Ceará [2002]

Artistas: Amelinha, Belchior & Ednardo
Álbum: Pessoal do Ceará
Ano: 2002
Gêneros: MPB
Duração: 00:55:50
Qualidade: 128 Kbps
Tamanho: 53 MB
Gravadora: Continental
Produção: Robertinho de Recife

Lista de músicas:
1. TERRAL – (Ednardo) - Uma das primeiras gravadas por Ednardo, sucesso nacional, considerada Hino Cearense, suingue praieiro, ensolarada, com o trio o que é bom fica melhor.

2. COMO NOSSOS PAIS – (Belchior) - Retrata encontros e desencontros de gerações com aguda clareza, relato de Belchior dos tempos de chegada, sucesso na voz de Elis Regina.

3. NA HORA DO ALMOÇO – (Belchior) - Uma das primeiras gravadas por Belchior, com a qual venceu o IV Festival Universitário no Rio. A interpretação em dueto com Ednardo impulsiona esta música sempre atual.

4. MUCURIPE – (Belchior/Fagner) - A interpretação de Amelinha está genial, anteriormente gravada por outros intérpretes. Em parceria com Fagner, música vencedora do Festival Estudantil em Brasília.

5. PAVÃO MYSTERIOZO – (Ednardo) - Sucesso público e de crítica, record de vendas, um dos marcos da música brasileira, cordel e maracatu cearense. Um dos hits de Ednardo sempre em catálogo, tocado no Brasil e Exterior.

6. MEDO DE AVIÃO – (Belchior) - Sucesso de Belchior fase de influência dos Beatles com a vertente popular de suas letras.

7. ENQUANTO ENGOMA A CALÇA – (Ednardo/Climério) - Arrepare não, mas esta tem todo o jeito de agradar gregos e troianos. Versos simples e instigantes, música intuitiva e elaborada. Sucesso atual em rádios e forrós brasileiros.

8. A PALO SECO – (Belchior) - Sucesso cantado por Belchior, Ednardo, Fagner em 73 nos discos solos de estréia, neste disco recebe as vozes do Trio ressaltando a poesia cortante da letra.

9. PASTORIL – (Ednardo) - Sobre pastoris nordestinos numa linguagem universal, em momento inspirado e luminoso, esta música tem brilhante participação de Armandinho nos solos de bandolim e tudo para se tornar hit.

10. ALUCINAÇÃO – (Belchior) - Do disco homônimo de 76 um dos records de vendas dos álbuns de Belchior.

11. LAGOA DE ALUÁ – (Ednardo/Climério/Vicente Lopes) - Forró pé de serra, xote, a voz suave e doce da jandaia, bem colocada por Amelinha que dá um balanço todo especial, em vertente de interpretação que a celebriza.

12. BOSSA EM PALAVRÕES – (Belchior) - Música inédita, peculiar e criativa construção poética, musical com abordagem de preciosos momentos românticos de Belchior.

13. MOTE TOM E RADAR – (Ednardo) - Música inédita, com link entre os ritmos coco, repente, bumba boi, rabeca e violas, arranjo de alta categoria. Criada em novembro 2001, letra e música com grande poder de comunicação.

14. ARTIGO 26 (Ednardo) - Em ritmo de festa junina, um arrasta pé de arraial puxado por Ednardo, Amelinha, Belchior. A letra da música fala da Padaria Espiritual.
Download

Fontes:

PESSOAL do Ceará. In: EDNARDO. Disponível em: <http://www.ednardo.art.br/novo/materi30.php> Acesso em: 12 jun 2017.


EmoticonEmoticon